sexta-feira, 6 de junho de 2008

O Caos



"Toda a gente corre pela estrada comum, todos os caminhos vão a lugar nenhum, se tiveres que fugir, foge se tiveres que morrer morre, só. A tua cidade é uma vala comum todos os caminhos vão a lugar nenhum se tiveres que fugir foge se tiveres que morrer morre, só. Já nenhum caminho borda o horizonte com que os homens sonharam, sem como nem porquê sem como nem porquê a vida mora defronte e a morte é aquilo que se vê. Vimos pouco a pouco o mundo a acabar e ficámos calados, não se ouviu um grito não se fez um gesto, nem a própria ruína nos conseguia manter acordados. A tua cidade é uma vala comum todos os caminhos vão a lugar nenhum. Se conseguires fugir, foge na tua nave no espaço, só."

-- José Cid - O Caos

Genial!

1 comentário:

Paulo disse...

Este homem é k devia encher rocks em rios e merdas assim!
Fodase!